Blueberry

O blueberry, também conhecido como mirtilo, é uma das frutas mais ricas em antioxidantes já estudadas segundo dados do laboratório do USDA (Departamento de Agricultura dos EUA).
A fruta tem ainda quantidade elevada de polifenóis tanto na casca quanto na polpa, que conferem funções de proteção sobre as paredes das células.
Contém vitaminas A e C e minerais como zinco, potássio, ferro, cálcio e magnésio.
Além disso, a fruta tem baixo valor calórico e é rica em fibras, beneficiando a regulação intestinal.
Pela ausência de sódio e colesterol é indicada em regimes para hipertensão arterial e na prevenção de doenças cardiovasculares.
Estudos científicos têm mostrado que o mirtilo também previne doenças relacionadas à visão.
O blueberry pode ser consumido in natura, no preparo de saladas, sucos e se for congelado pode ser usado para a produção de geléias, sorvetes, iogurtes, tortas e no preparo de molhos para pratos diversos.
Além disso, suas folhas podem ser utilizadas para o preparo de chá, rico em propriedades medicinais.
Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br

 

Receitas com Blueberry:

Berry Smoothie
Cupcake de Blueberry
Mousse de Blueberry
Salada de Frango com Blueberry
Salmão ao Molho de Blueberry e Manjericão
Torta de Limão com Blueberry

 

 

 

Zattar

  • É um tempero granulado, de sabor picante e salgado, composto por gergelim, coentro, orégano, manjerona, sal refinado, colorífico e acidulante ácido cítrico.
  • É também conhecido como “Blend” do Oriente Médio.

Como Utilizar:

  • Tempera carnes, vegetais, patês, pães e massas de esfiha.
  • Também serve para aromatizar azeites.
  • Mais comumente utilizado para polvilhar no pão com azeite de oliva, pode também ser polvilhado sobre o frango antes de assá-lo.
  • Na cobertura do queijo Shanclish, para colocar sobre queijos branco, ou misturado com azeite para ser combinado com o pó.

Onde Comprar:

  • Encontrado em casas especializadas.

Receitas:

Salada de Frango com Salsão

Manga

Nome Científico: Mangica indica
Origem: Índia e Burma
É rico em: Fibras, Proteínas, Sais Minerais e Vitaminas
É bom para: Tratamento de Anemias, Bronquites, Desnutrição, Escorbuto, Feridas, Gengivites, Tosses, Úlceras Varicosas
Calorias: 64 calorias / 100 gramas
Safra: Nov / Dez
Como Consumir: ao natural, Sucos, Caldas, Geléia, Sorvete, acompanhamento de Saladas, Chutney de Manga
Como Comprar: A manga boa para consumo deve estar macia quando apertada com os dedos, mas sem que a casca se rompa pela pressão. Não deve apresentar batidas, rachaduras ou estar melada
Como Conservar: Para conservá-la, basta mantê-la em lugar fresco e ventilado ou despolpe-a e congele
Notas:
No Brasil existem cerca de 500 variedades de manga.
As mais conhecidas variedades, que apresentam diferenças no tamanho, na forma , no colorido e no sabor, são as seguintes:
Manga espada, alongada e achatada dos lados. Permanece verdolenga mesmo após a maturação.
Manga rosa, arredonda e lindo colorido amarelo, matizado de rosa. Tamanho variável segundo a região produtora.
Manga Bourbon, mais ou menos esférica e verde-amarelada.
Manga família, mais ou menos esférica e verde-amarelada.
Manga favo de mel alonga e intensa coloração amarela; muito doce.
Manga Carlotina, pequena e arredondada. Amarelo-esverdeada, com pintinhas escuras, alto teor de vitaminas C.
Manga coração de boi, como o nome indica, apresenta-se sob a forma de um coração.
Manga Coquinho, De cor verde-amarelada, pequena e arredondada, muito doce e quase sem fibras
Manga Haden, Grande, de cor vermelho-amarelada, em forma de coração, doce e sem fibras
Manga Palmer, sem fibras
A manga é uma fruta saborosa e nutritiva, hoje nativa em certas regiões do Brasil.
A manga quando verde deve ser evitada, pois possui substâncias abortivas.

Anis Estrelado

Nome Científico: Ilicium verum
Tipo: Especiaria de fruto
Origem: China
Onde Utilizar: Usado na preparação de carnes de porco, pato, peixes, frutos do mar, pães, biscoitos, doces, geléias e gelatinas. Também usado para fazer licores, chás e aromatizar bebidas alcoólicas.
Notas:
Especiaria que tem a forma de uma estrela, com 8 pontas.
Deve ser utilizada seca e em pouca quantidade, pois é tóxica.
É muito parecida com as ações da “erva-doce”, sendo muito empregado como digestivo e principalmente como carminativo, ou seja, facilita a eliminação de gases estomacais e intestinais, além de ser um excelente antiespasmódico.
É muito comum o chá para cólicas intestinais em recém-nascidos, mas deve-se tomar cuidado com os excessos, pois pode intoxicar as crianças.

 

Receitas:

Salada de Bacalhau com Lentilha

Anis

Nome Científico: Pimpinela anisum
Tipo: Especiaria de fruto
Origem:
Onde Utilizar: Sua fruta, em forma de semente, é usada na culinária, em confeitaria e em licor (como anisete, zammù, uzo)
A semente de anis também é usada em alguns caris e pratos com frutos do mar.
Todas as partes que ficam acima do solo de uma planta jovem de anis também são comidas como vegetal.
Notas:
Também conhecida como erva doce.
A semente é eficiente contra mau hálito e como ajudante digestivo.
Destilando a fruta extrai-se um óleo volátil de anis, útil no tratamento de flatulência e cólicas infantis
Planta da família das Apiaceae, anteriormente chamadas Umbelliferae.
Sua fruta, em forma de semente, consiste em dois pistilos unidos e tem um sabor aromático forte e um odor poderoso.
Os caules se parecem com os do aipo na textura e são mais suaves no sabor do que os frutos.

Aneto

Nome Científico: Anethum graveolens
Tipo: Tempero de Folha e Flor
Origem: Mediterrâneo
Onde Utilizar: Usado na culinária, é indispensável no preparo carnes, peixes, camarões, moluscos, omelete, molhos, conservas de pepinos, pimentão, marinados, sopas, pães, massas, queijos, salada de batata, vegetais cozidos e no arroz, pastelaria e para tempero de hortaliças.
Usam-se as sementes inteiras ou moídas.
As folhas frescas são usadas para temperar peixes, carnes e frangos. Também usado para fazer licor.
Notas:
Planta pouco conhecida, de odor agradável e forte, fresco e picante.
O sabor é quente e seu uso é bastante variado.
Na tradução do inglês, DILL é o nome dado às sementes do Aneto.
Semelhante à erva doce.
Usa-se o bulbo para fazer saladas.
É usada fresca na culinária para tempero de saladas, pizzas, sopas e gratinados.
Em pó é usada no preparo de biscoitos, bolos, bolachas, pães, queijos, peixes, frutos do mar, molhos para saladas e frutas em calda.

Açafrão Oriental

Nome Científico: Crocus sativus L.
Tipo: Especiaria de Estigma
Origem: Oriente
Onde Utilizar: Utilizado no preparo de arroz, risotos, massas, carnes, sopas, cremes, crustáceos, carnes brancas, pães, doces e biscoitos. Indispensável na paella, no risoto milanês.
Deve ser dissolvido na água, em caldos, no azeite ou óleo quente antes de qualquer preparo.
Notas:
Também conhecido como Açafrão verdadeiro, Flor da Aurora, Flor de Hércules
São os pistilos de uma flor de cor violeta, originária do Oriente, cultivada na Espanha e no Paquistão.
O verdadeiro açafrão tem um preço elevado devido às dificuldades no cultivo. Especiaria de forte aroma, sabor amargo e de coloração vermelho-alaranjada.
Os estigmas da flor do açafrão têm propriedades antiespasmódicas e sedativas.
Como infusão, usa-se no tratamento da asma, coqueluche, histeria, cálculos dos rins, fígado e bexiga.
No combate às hemorróidas é usado como cataplasma quente.

Açafrão da Terra

Nome Científico: Curcuma longa L.
Tipo: Especiaria de Rizoma
Origem: Índia
Onde Utilizar:
  • Usado para colorir laticínios, bebidas e mostarda, em  cozidos, sopas, ensopados, molhos, peixes, pratos à base de feijão, receitas com ovos, maioneses, massas, frango, batatas, couve flor e até pães.
  • Deve ser dissolvida em um caldo quente antes de ser incorporada a uma receita.
  • É ingrediente essencial para acentuar o sabor e dar cor a muitos pratos da cozinha indiana, principalmente arroz.

Notas:

  • Também conhecido como falso açafrão, açafrão de raiz, gengibre dourado ou açafrão do amazonas, são nomes populares da cúrcuma, especiaria mais econômica utilizada como alternativa ao verdadeiro açafrão.
  • De coloração amarelo-dourado que tem um sabor ligeiramente amargo e perfume almiscarado, se obtém do risoma de uma planta tropical da família do gengibre.
  • O Açafrão é obtido através da raiz seca moída.
  • O alimento se demonstrou eficaz para proteger a pele e o fígado, contra o câncer, baixa o colesterol, para melhorar a digestão das proteínas e regular o metabolismo.
  • Como se não fosse o bastante, o açafrão tem poder antiinflamatório, antimicrobiano, antioxidante, depurativo, desintoxicante e calmante.
  • Outras pesquisas recentes indicam eficácia também para proteger o estômago, contra gripes, resfriados e dor de garganta.

Pitanga


Nome Científico: Eugenia uniflora L.
Origem: Brasil
É rico em: Vitaminas. Cálcio, Ferro, Fósforo. Contém licopeno
É bom para: Tem propriedades digestivas. É refrescante e antiberibérica
Calorias: 40 calorias / 100 gramas
Safra: A frutificação vai de Outubro a Janeiro
Como Consumir: natural, em sucos, sorvetes, geléias, vinhos, licores e doces
Como Comprar: em forma de polpa ou de suco.
Como Conservar: polpa e suco são conservados no freezer.
Notas:
A palavra “pitanga” vem do tupi-guarani, que significa vermelho.
O Pernambuco é o estado brasileiro que mais produz a pitanga

 

Receitas com Pitanga:

Batida de Pitanga sem Álcool
Bolo de Pitanga
Caipiroska de Pitanga com Acerola
Cheesecake de Pitanga
Costelinha de Porco com Couli de Pitanga
Drink de Pitanga
Filé de Frango com Molho de Pitanga
Flan de Baunilha
Frango com Molho de Pitanga
Frozen de Cajá com Calda de Pitanga
Gelado de Pitanga
Geléia de Pitanga 02
Manjar com Calda de Pitanga
Medalhão de Filé ao Molho de Pitanga e Risoni
Mini Sonho com Geléia de Pitanga
Mousse de Pitanga
Mousse de Pitanga e Tangerina
Muffin de Pitanga
Nhoque de Cenoura com Molho de Pitanga
Peixe ao Molho de Pitanga 03
Pudim de Pitanga
Salada ao Molho de Pitanga
Sobre Coxa ao Molho de Pitanga com Brócolis
Soda de Pitanga com Sorvete
Sorbet de Pitanga
Tender ao Molho de Pitanga
Torta de Pitanga com Doce de Pistache
Truta Grelhada ao Molho de Pitanga 02

 

 

 

 

Pêssego

Nome Científico: Prunus pérsica batsch
Origem: China
É rico em: Vitamina A e B12
É bom para: Bom para o funcionamento da digestão. Protege contra infecções e protege a pele.
Calorias: 40 calorias / 100 gramas
Safra: Colheita vai de Outubro a começo de Março
Como Consumir: Pode ser consumido fresco, preferencialmente sem a casca, ou cozido. Em conserva pode ser consumido durante o ano todo, porém com menores níveis de vitaminas e sais minerais. O pêssego vai bem em compotas, Sucos, Geléias, Doces, Bebidas Lácteas. Licor.
Como Comprar: Escolha os pêssegos de casca firme, mas não dura. Procure os frutos de coloração de fundo creme ou amarelo-avermelhada. Evite os pêssegos verdes.
Como Conservar: Conservam-se o pêssego sob refrigeração, sem lavar, embalados em saco de papel por até três dias.
Notas: